sexta-feira, 1 de julho de 2016

A História do SketchUp


Olá sou a professora Angelica, resolvi criar esse artigo sobre o uso do SketchUp. Eu uso o software desde a versão 6.

O SketchUp é um software CAD (desenho auxiliado pelo computador). Ele além de leve, tem fácil acesso e muito simples de modelar. Em minutos você consegue formas tridimensionais e chegar num resultado ótimo.

Ele surgiu em 2000, lançado por Last Software, em 2006 foi comprado pela Google. E a Google acabou em 2013 vendendo para a Trimble, onde suporta e desenvolve até hoje. Melhorando sua área de trabalho anualmente, acrescentando ferramentas, melhorando os materiais próprios.
Você pode baixar na versão Make (estudantil), ou versão Pró. Baixando a versão pró terá direito a todas as ferramentas num período de 30 dias. Após ele expira e continua rodando como Make.

O bacana dele é que possui SketchUp LayOut junto na verão pró. Onde você pode pegar seu projeto pronto em 3D, organizar, por em varias forma para uma apresentação impressa. Escolhendo formas e folhas, colocando cotas, níveis, cortes, vistas, etc. Acaba sendo mais prático de usar em relação ao AutoCAD e Revit.

Não é errado chama-lo de software CAD. A sua leveza, praticidade de manipular fez com que o software fosse baixado em todos os países. Milhares de pessoas têm instalados em suas máquinas. Além de que, ele fornece para baixar gratuitamente blocos para seus trabalhos, além de ter plug-ins gratuitos.

Ou seja, aprender a usar este software CAD é uma ótima oportunidade para você ter rapidez ao criar e mostrar suas ideias de forma bastante convincente, principalmente na área de engenharia e arquitetura. Muito utilizado por estudantes, das áreas de interiores, edificações, mecatrônica. Você pode inclusive usa-lo para trabalhar com jogos. Blocos criados por você também podem ser colocado no armazém.

Ele importa e exporta na versão pró, os mais derivados arquivos (.dxf, .dwg, .3ds, .dae, .psd, .tif, .png, .jpeg). Hoje na versão 2016 já mostrou muitas mudanças. Inclusive na área de trabalho, assim como soluções que antes eram difíceis de resolver, além de novos materiais. A opção estilos podem ser baixados e instalados no programa caso o usuário tenha a pressa e não pode fazer renderizações.

Só uma observação: Muda-se a versão, mas os comandos básicos são eternos. Assim como outros programas, SketchUp também permaneceu.

Ele é compatível com vários renderizadores. Os mais usados são V-Ray, Lumion e Kerkythea. Para animação ele casa muito bem com Lumion e Unreal.

Essa é uma maquete da professora apenas em SketchUp, o céu foi colocado no próprio SketchUp, não precisou fazer uma pós produção. Projeto de 2011, sobrados de 76m².



Essa imagem, se notarem metade SketchUp puro, e outra metade renderizada no Kerkythea feita uma pós produção.


Plug-ins /extensões SketchUp: https://extensions.sketchup.com/pt-BR

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o artigo. Interessante. Desconhecia a história de origem. Bom mesmo!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o artigo. Interessante. Desconhecia a história de origem. Bom mesmo!!!

    ResponderExcluir